História Diversa: Africanos e Afrodescendentes na Ilha de Santa Catarina

28/05/2013 17:10

 

 

A coletânea História Diversa traz ao público uma história renovada da cidade de Florianópolis, incorporando a presença de africanos e descendentes desde o século XVIII até meados do século XX. Os trabalhos são resultado de pesquisa histórica recente em arquivos e bibliotecas, em diálogo com a nova historiografia acerca da história da escravidão e da liberdade no Brasil e também da diáspora africana nas Américas. Contrapondo-se à história eurocêntrica ainda corrente para Santa Catarina e para Florianópolis que enfatiza a colonização europeia e a presença açoriana, os capítulos demonstram que africanos e seus descendentes compunham uma significativa proporção da população do Estado e da cidade e participaram ativamente das atividades econômicas, das manifestações culturais e das reivindicações políticas do período. Não se trata, portanto, de considerar africanos e seus descendentes como um setor isolado  (frequentemente rotulado como “população negra”) nem apenas como mão de obra (escrava, liberta, autônoma ou operária), mas como sujeitos que integravam uma sociedade hierarquizada e excludente e lutavam por reconhecimento e cidadania plena. O livro se destina ao público geral, não-especializado, e deve interessar a profissionais das áreas de História, Geografia, Literatura, Estudos Culturais, Estudos Afro-Brasileiros, Patrimônio Cultural e Artes.

Sumário:

Introdução: Uma história diversa de Florianópolis
Beatriz Mamigonian e Joseane Zimmermann Vidal
Capítulo 1: O tráfico de escravos e as fases da presença africana na Ilha de Santa Catarina
Beatriz Mamigonian e Vitor Hugo Bastos Cardoso
Capítulo 2: Armação baleeira da Lagoinha: uma grande unidade escravista
Fernanda Zimmermann
Capítulo 3: Escravidão nos engenhos de farinha da Lagoa da Conceição
Ana Carla Bastos
Capítulo 4: A Irmandade do Rosário de Desterro e seus irmãos africanos, crioulos e pardos
Cláudia Mortari Malavota
Capítulo 5: Entre a diversão e as proibições: as festas de escravos e libertos na Ilha de Santa Catarina
Jaime José dos Santos Silva
Capítulo 6: Quilombos e fugas de escravos na Ilha de Santa Catarina
Martha Rebelatto
Capítulo 7: Africanos e descendentes na história do primeiro mercado público de Desterro
Fabiane Popinigis
Capítulo 8: Victorino de Menezes: Um comerciante de escravos em Desterro
Rafael da Cunha Scheffer
Capítulo 9: Da Escravidão à liberdade na Ilha de Santa Catarina
Henrique Espada Lima
Capítulo 10: Cruz e Sousa: de Desterro para o panteão da poesia simbolista
Elizabete Espíndola
Capítulo 11: Patápio Silva: Trajetória do flautista interrompida em Florianópolis
Maurício Oliveira
Capítulo 12: Clubes e associações de afrodescendentes na Florianópolis das décadas de 1930 e 1940
Maria das Graças Maria

O livro foi publicado pela Editora da UFSC, com financiamento da FAPESC.