Dissertações de Mestrado

Vitor Hugo Bastos Cardoso. As dinâmicas político-territoriais de uma comunidade periférica no Sul da América portuguesa: a Ilha de Santa Catarina e seu continente, 1680-1750. 2013. (baixar)

Sandra Oenning da Silva. Estado Monárquico (Des)centralizado: a dinâmica política em torno dos Conselhos provinciais de Santa Catarina (1824/1834). 2013. (Co-Orientadora) (baixar)

Edilson Pereira Brito. A serviço da pátria: o recrutamento militar na Província do Paraná durante a Guerra do Paraguai (1865-1870). 2011. (baixar)

Fernanda Zimmermann. De armação baleeira a engenhos de farinha: fortuna e escravidão em São Miguel da Terra Firme, SC (1800-1860). 2011. (baixar)

Ana Paula Pruner de Siqueira. Cativeiro e Dependência na Fronteira de Ocupação: Palmas, PR, 1850-1888. 2010. (baixar)

Luana Teixeira. Muito mais que senhores e escravos: relações de trabalho, conflitos e mobilidade social em um distrito agropecuário do sul do Império do Brasil (São Francisco de Paula de Cima da Serra, RS, 1850-1871). 2008. (baixar)

Rafael da Cunha Scheffer. Tráfico interprovincial e comerciantes de escravos em Desterro, 1849-1888. 2006. (baixar)

Martha Rebelatto. Fugas escravas na Ilha de Santa Catarina no século XIX. 2006. (baixar)

Nilsen Christiani Oliveira Borges. Terra, gado e trabalho: sociedade e economia escravista em Lages, SC, 1840-1865. 2005. (baixar)

Clemente Gentil Penna. Escravidão, liberdade e arranjos de trabalho nas últimas décadas da escravidão na Ilha de Santa Catarina. 2005. (baixar)

Patrícia Ramos Geremias. Ser ingênuo em Desterro/SC: a lei de 1871, o vínculo tutelar e a luta pela manutenção dos laços familiares das populações de origem africana (1871-1889). 2005. Universidade Federal Fluminense (Co-Orientação) (baixar)